Mudança de regra pode dificultar a importação de módulos. Entenda o que está acontecendo.

A importação de módulos fotovoltaicos sempre esteve orientada pela portaria 649/2012, que exige homologação do INMETRO para a concessão de licença de importação. Até então, distribuidores poderiam realizar a importação com a permissão do detentor da licença, no caso os fabricantes. Todavia, existe uma outra portaria, a 516/2016, que faz com que essa abertura não seja mais possível. A publicação 061/2019 do Siscomex, altera a regra para a portaria mais recente.
Como consequência disso, cada importador teria que realizar individualmente a certificação de seus módulos fotovoltaicos no INMETRO.
Este assunto ainda não está completamente definido, por isso os distribuidores já estão preparando seus clientes e parceiros para possíveis atrasos na importação de produtos, pois todos terão que passar por esta certificação no INMETRO.

2019-11-27T11:40:40+00:00
0